sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Chupa Essa Manga!

O bordão “chupa essa manga” repetido pela personagem Márcia do quadro de humor do programa de TV Zorra Total da Rede Globo, caiu na graça do povo e tornou-se motivo de brincadeiras, especialmente quando o assunto é traição. As explicações da personagem adúltera são tão absurdas e improváveis que reside justamente ai o ponto alto do quadro de humor. Chupa essa manga!

Como tantas outras situações de nosso cotidiano, a infidelidade tem sido razão de exploração de humoristas e vem sendo debatida por comportamentalistas e cientistas sociais, não por se caracterizar como um fato novo mas pela proporção assumida nas últimas décadas, especialmente pelo advento tecnológico e as relações on-line, colocando as pessoas sempre conectadas.

Constante nas leis dos homens e de Deus, o adultério ganha status de “caso” para atenuar a culpa outrora martirizante. A fragilidade da instituição família transformou as prioridades dos relacionamentos e supervalorizou os prazeres instantâneos em detrimento da cumplicidade e do companheirismo.

Uma pesquisa realizada pela Revista Veja apurou que 60% dos homens e 47% das mulheres já foram infiéis. A mesma pesquisa afirma que 60% dos homens e 55% das mulheres que não fazem parte dos números anterior, admitem que acalentam o desejo de viver uma relação extraconjugal. Chupa essa manga!

Iguais no que refere ao ato e diferentes nas justificativas e na intensidade de suas experiência, homens e mulheres, do ponto de vista social, encaram o ato da traição de maneira bastante particular. Por necessidades insatisfeitas, por pura fantasia ou mesmo perversões e descontrole de seus impulsos, a justificativa para a traição expõe o conflito entre desejo e a necessidade, o egoísmo e a dedicação, o fisiológico e o racional.

Quando me refiro à questão fisiológica penso no homem instintivo, ou seja, a ação deste pelos impulsos básicos, onde o macho da espécie Homem busca disseminar o seu sêmen para garantir a continuidade de sua linhagem. Investirá em quantas fêmeas puder para atingir este objetivo, já que é fértil todo tempo, independente de um período especifico. A fêmea por sua vez, escolhe o macho pela garantia da boa linhagem, do bom produto. Ao contrário do macho, a fertilidade da fêmea tem um período estrito que a predispõe ao acasalamento.

Só que esse Homem é racional e socializado (ou seria domesticado? – chupa essa manga!), criou leis e determinou padrões para comportamentos aceitáveis. Inventou a relação estável e modelos de conduta – que ele próprio não consegue cumprir. Os eunucos ou mesmo os celibatos de outrora nos dão a dimensão da dificuldade e do sacrifício de confiar ou manter-se fiel. Os homens incumbidos de cuidar das esposas dos sultões eram antes castrados de modo que não pudessem tentar o pecado. O termo pecado que está muito mais associado ao voto de castidade pela profissão de fé, representa a renúncia ao instinto e a tentação, como a representação viva da provocação do mal.

Mas no que refere propriamente ao relacionamento, a razão que leva duas pessoas ao desejo de compartilhar uma vida comum é sempre o oposto da razão que leva ao rompimento, a separação. Sabe-se que a infidelidade é um dos motivos mais fortes que conduzem os casais à separação judicial. A atenção, aceitação, afetividade, admiração, tolerância e o compartilhamento de experiências, são ingredientes essenciais para a manutenção, interesse e a longevidade de um casamento. Como diz uma famosa canção da MPB: “sim, é como a flor; de água e ar, luz e calor; o amor precisa para viver; de emoção, de alegria; e tem que regar todo dia”.

Psicólogo Clínico e Mestre em Psicologia da Saúde com Dissertação sobre Hipnose.
Clínica com atendimento em São Paulo e em São Bernardo do Campo.
Clique aqui e envie um e-mail para maiores informações.

16 comentários:

  1. Paulinho,

    Adorei o seu texto.

    Acredito que a traição acontece quando não existe mais amor entre o casal, ou em uma das partes.

    Beijos.

    Ro.

    ResponderExcluir
  2. Olá Paulo,
    O amor é um sentimento sublime e puro,mas eu acho que anda meio desgastados e comercializado,hoje em dia.Mas ainda existem almas gêmeas,que se amam incondicionalmente,Porque o amor Paulo é um sentimento Divino, e abençõado por Deus!Como seria bom se a humanidade ,amasem mais teria menos violência,menas drogas e mais tolerância, com o próximo.Fica com Jesus meu amigo.
    letinha1

    ResponderExcluir
  3. gostei desta parte:
    "Só que esse Homem é racional e socializado (ou seria domesticado? – chupa essa manga!), criou leis e determinou padrões para comportamentos aceitáveis. Inventou a relação estável e modelos de conduta – que ele próprio não consegue cumprir. "

    ResponderExcluir
  4. Concordo com a Rosana. Quando a falta de amor entra pela sala, a fidelidade sai pela janela do quarto do casal...
    João

    ResponderExcluir
  5. Traição uma atitude repgnante seja em que cirscunstância for.
    Abraços forte

    ResponderExcluir
  6. Paulo,

    Belo texto, tema da ordem do dia, parabéns!

    A traição é o resultado da incompreensão, da falta de diálogo e do desamor do casal, seja como for, deve ser sempre condenável!

    Abraço,
    FrancK

    ResponderExcluir
  7. Olá amigo Paulo,
    Excelente texto e bem atual.
    O Príncipe disse exatamente o que pensei quando comecei a ler a matéria.
    Em qualquer circunstância, a traição é abominável.
    Se houver amor, não haverá espaço para traição.
    Se o amor acabar, a atitude correta a se tomar é dizer a verdade.
    Uma separação, por mais dolorosa que possa ser, ainda é melhor do que a dor da desonra, do desamor, da falta de respeito que sente a pessoa traída.
    Fraterno abraço,
    Lilian

    ResponderExcluir
  8. Texto ótimo e reflexivo. A traição é um dos fantasmas que assustam os casais realmente. E casamento é uma via de mão dupla, são duas pessoas trabalhando num mesmo objetivo.
    O amor é frágil e também é forte. Precisa mesmo de muita rega e poda, e o caminho é longo e tortuoso. Só que uma coisa aprendi. A implacabilidade com relação a certas questões atrapalha bastante. Até que ponto você não perdoa algo é bem relevante e coloca em cheque qualquer relação.
    Falar que traição é uma falta de consideração e amor é uma coisa, e concordo. Mas também vejo muitas pessoas implacáveis, e temos que tomar cuidado com isso, porque penso que a falta de perdão acaba mais com casamentos do que a traição propriamente dita. E não tenho a intenção de polemizar nada, muito menos dizer que sou a favor da traição, eu sou a favor do amor.
    Acho que é interessante refletir no que não se deve fazer dentro de um relacionamento, no entanto, acredito que também o é na postura que se toma depois da coisa feita e isso só o casal pode fazer.

    ResponderExcluir
  9. Paulo,

    Como vocês dizem, 'chupa essa manga'! Achei muito boa a tua análise. Agora repara, se recuarmos um pouco(?) até à idade do ferro, um pouco antes do inicio do patriarcado, constatamos que o conceito de infidelidade parece não existir. Isso faz pressupor que o dito conceito é uma necessidade masculina, que se vai alterando ao longo dos tempos e consoante as necessidades das populações. Nos finais do séc. XIX e inícios do séc. XX, a infidelidade é algo normal e protegido por legislação específica. Tens como exemplo as casas de prostitutas. Em certas regiões estas mulheres trabalham em bairros vedados e sujeitos a fiscalização. O caminho da infidelidade é muito curioso e interessante seja qual for o ponto de vista por onde lhe pequemos.

    Parabéns pelo excelente texto.

    Abraços
    Luísa

    ResponderExcluir
  10. Acredito que o problema da infidelidade começa por dizermos que é um problema. Quem disse que o ser humano é monogâmico? Se partimos desse debate podemos sim, afirmar algo a respeito do que seria "infidelidade" e o que é correto a se fazer. Como somos pessoas que vivem em um ambiente cristão a monogamia é a pregada em nossas vidas por letras, mas se olharmos dentro de nossas casas as ações variam. Tema importante a ser debatido. Belo texto. Abraço.

    ResponderExcluir
  11. PAULO,
    COMO VC MESMO CITA,PÁRA UM RELACIONAMENTO DAR CERTO É NESCSSÁRIO:
    ATENÇÃO,ACEITAÇÃO,AFETIVIDADE,ADMIRAÇÃO,TOLERANCIA E COMPARTILHAMENTO.
    *ATENÇÃO, QUE DEVE SER DADA TODOS OS DIAS, TANTO AO PARCEIRO, QUANTO AOS FILHOS.
    *ACEITAÇÃO, NÃO SÓ DO QUE SERIA PROVÁVEL ACEITARMOS, MAS ACEITAR TAMBÉM AS FALHAS, OS ERROS E ATÉ MESMO ,POR VEZES A IMCOMPREENSÃO DO PARCEIRO.
    *AFETIVIDADE,NÃO SÓ TER AFETO, MAS DEMONSTRAR ATRAVÉZ DE PALAVRAS E ATOS, POIS É ESSENCIAL A TODOS NÓS RECEBERMOS CARINHO, AMOR E AFAGO.
    *ADMIRAÇÃO,DEMONSTRA-LA ,COMPARTILHA-LA.
    *TOLERANCIA,COMO SUSTENTÁCULO IMPORTANTE DA RELAÇÃO, SEM TOLERANCIA,NÃO HÁ COMPREENSÃO NEM AMOR.
    *COMPARTILHAR, TUDO..SAÚDE, AMOR, ALEGRIAS ,TRISTEZAS,CONHECIMENTO,PREOCUPAÇÕES E SONHOS.
    .... MAS ALÉM DISSO TUDO, TEM QUE SE CRER EM ALGO, ALGO MUITO MAIOR, ALGO A QUEM RECORRER NOS MOMENTOS DIFÍCEIS,....ESSE ALGO OU ALGUÉM ,É DEUS .
    O SER MAIOR, O CRIADOR, O COMPREENSIVO, O QUE NOS ADMIRA COMO CRIAÇÃO, O QUE COMPARTILHA TODOS OS DIAS CONOSCO, AMOR AFETO ESPERANÇA, E PRINCIPALMENTE, AQUELE QUE ACIMA DE TUDO É TOLERANTE CONOSCO, COM NOSSAS FALHAS E FRAQUEZAS, E QUE VERDADEIRAMENTE NOS AMA, E AMA A FAMÍLIA.
    FELICIDADES,PAZ E SUCESSO!

    ResponderExcluir
  12. Nossa excelente post, muito boa as suas colocações. Realmente essa questão da infidelidade se tornou muito banalizada nos dias de hoje. Adorei a reflexão! Beijos e bom finds!

    ResponderExcluir
  13. gostei muito. parabéns.
    felicidades para este blog e para si também. levo o banner para o meu.

    abçs

    ResponderExcluir
  14. nossa atual e empolgante parabéns paulo ja estou te seguindo .

    ResponderExcluir
  15. Confira já o mais novo blog de húmor que promete!

    Visite o mais novo blog de húmor da internet! Perólas do msn, pegadinhas, cantadas de pedreiro, vídeos de húmor e muito mais você encontra no http://peideimolhado.blogspot.com/ ! Entre e divirta-se...


    Parceria? Adicione: clan.king@hotmail.com no MSN para conversarmos.

    ResponderExcluir
  16. E para complementar o seu ótimo post, veja tambem:

    O CHIFRE QUE EU LEVEI

    Do Maior Corno do Brasil
    hauhauhuauahua

    Do Maior Corno do Brasil
    hauhauhuauahua

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails

Divulgue Esta Página Para Seus Amigos